Divulga Vagas - 3 perguntas para fazer a si mesmo se estiver entediado com sua carreira
Home   >   3 perguntas para fazer a si mesmo se estiver entediado com sua carreira
3 perguntas para fazer a si mesmo se estiver entediado com sua carreira
28/07/2020   Divulga Vagas 49 Visualizações

Tédio no trabalho é um dos motivos mais comuns de mudança de carreira. Ele às vezes pode ser temporário e outras vezes está profundamente enraizado. Quando você está entediado no emprego, pode ser fácil culpar o serviço. Pensamentos como “este trabalho é chato” e “meu diretor não está utilizando minhas habilidades” são comuns. mas, dependendo da causa, desenvolver uma consciência emocional pode ajudá-lo a ser mais assertivo e motivado a implementar mudanças, para que você não confie apenas na liderança sênior para consertar as coisas.

Lidar com o tédio de maneira construtiva pode fazer toda a diferença em sua carreira.

Veja a seguir três perguntas para a fazer a si mesmo:

Por que estou entediado?

O tédio pode acontecer no local de trabalho quando:

– Sua função não usa seus pontos fortes;
– Você está procurando aventura;
– Sua função não é mais um desafio;
– Você está na mesma posição há muito tempo;
– Houve pouco movimento na sua equipe atual e você deseja trabalhar com novas pessoas;
– Seus interesses e/ou valores mudaram.

Para resolver problemas, primeiro precisamos identificá-lo e, às vezes, não podemos fazer isso efetivamente até que o resolvamos.

Esgotei minhas opções de recriação?

Todos nós precisamos nos colocar em posições em que estamos aproveitando ao máximo nossas funções atuais. À medida que o desenvolvimento intencional de carreira se torna primordial na era da Covid-19, a elaboração de empregos, que é o processo de aproveitar ao máximo o seu trabalho atual, é uma vantagem nesse cenário competitivo. Este é um ótimo recurso para elaboração de trabalhos, pois abrange exemplos, benefícios, exercícios, leituras adicionais e um questionário.

Por que não definir um desafio de 30 dias? Tente dividi-lo em áreas como relacionamentos, tarefas profissionais, desenvolvimento de carreira e aprendizado. Você pode tentar:

– Pensar em três novas metas relacionadas a uma área que precisa de melhoria;
– Descobrir como sua função é realizada em outras empresas e aplicar as melhores práticas;
– Participar de uma equipe ou comitê interno alinhado com suas áreas de interesse.

Se você tem a capacidade e desejo de fazer alguma reformulação em seu trabalho, até que você faça alguma mudança de carreira, concentre-se nos seguintes hábitos de crescimento:

– Reabastecer sua mente e seu corpo priorizando o seu bem-estar;
– Praticar uma mentalidade de crescimento;
– Criar tempo para refletir sobre sua carreira e verificar seu engajamento acompanhando as lições aprendidas, momentos significativos, falhas nas suas habilidades e sucessos;
– Tornar-se consciente de seu diálogo interno;
– Cultivar relacionamentos significativos.

Do que eu gosto?

Na última década, vi que realizar mudanças na carreira exige uma abordagem abrangente. Mas o que você gosta é uma pergunta importante, especialmente porque aquilo em que se é bom pode não ser o que você gosta de fazer atualmente. Uma das várias maneiras de acessar seus gostos pessoais é se perguntar: quais tarefas, conversas e/ou ações fazem você se sentir mais energizado? Segundo o livro “Ikigai: Os Segredos dos Japoneses para uma Vida Longa e Feliz”, Ikigai é a razão de ser da pessoa. Os quatro conceitos que se cruzam e formam o Ikigai são missão, paixão, vocação e doação aos outros. Caí na armadilha da paixão quando escolhi minha graduação. Mais tarde, percebi que paixão e trabalho não necessariamente andam de mãos dadas, mas podem se complementar. É quando valores, interesses, vocação e significado se cruzam que começamos a encontrar satisfação.

FONTE: https://forbes.com.br/carreira/2020/06/3-perguntas-para-fazer-a-si-mesmo-se-estiver-entediado-com-sua-carreira/#foto3